Recados para Orkut


SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS, EU VOS AMO!

Oração ao Sagrado Coração de Jesus

Jesus, Senhor do perdão, fonte de paz e de graça para os nossos corações. Conforto dos pecadores, alento de quem Vos reza, força de quem Vos procura, porque em Vós quer encontrar-se. Nossas lágrimas são preces, nossas lágrimas são gritos, dizei, Senhor, à nossa alma: Sou a tua salvação. Quando a noite nos envolve, ficai connosco, Senhor, enchei de luz o silêncio das nossas horas de sombra. Jesus, bondade inefável, nunca nos falte na vida, Senhor, a Vossa clemência e caridade infinita. Jesus, nascido da Virgem, nós Vos louvamos, cantando, e sempre Vos louvaremos na glória do vosso reino. Concedei, Deus todo-poderoso, que, ao celebrar a solenidade do Coração do Vosso Amado Filho, recordemos com alegria as maravilhas do Vosso amor e mereçamos receber desta fonte divina a abundância dos Vossos dons. Por Nosso Senhor.

sábado, 1 de junho de 2013

Suíça: Mais de 100 mil cristãos são mortos todos os anos por causa da fé, denuncia a Santa Sé


Todos os anos mais de 100 mil cristãos são mortos por causa da falta de liberdade religiosa no mundo.
A denúncia, na passada segunda-feira, é da responsabilidade do representante da Santa Sé no Conselho dos Direitos Humanos da ONU.
Citado pela agência Ecclesia, o arcebispo Silvano Tomasi afirmou que “pesquisas credíveis chegaram à conclusão chocante de que mais de 100 mil cristãos são mortos violentamente todos os anos por causa da sua fé”.

O observador permanente da Santa Sé lembrou ainda os cristãos e crentes de outras religiões “sujeitos a migrações forçadas, à destruição dos seus locais de culto, violações e sequestros dos seus líderes”.

A intervenção do prelado ocorreu em Genebra, Suíça, durante a 23.ª sessão deste organismo das Nações Unidas, tendo destacado os ataques ocorridos no Médio Oriente, África e Ásia, fruto da “intolerância, terrorismo e de algumas leis discriminatórias”.

E acrescentou: “as sérias violações do direito à liberdade religiosa, em geral, e a recente discriminação contínua e ataques sistemáticos contra comunidades cristãs preocupam seriamente a Santa Sé e muitos governos democráticos cuja população abrange várias culturas religiosas e culturais”.

D. Silvano teve ainda palavras muito críticas para a “tendência para marginalizar o Cristianismo na vida pública”, no Ocidente, esquecendo-se os contributos “históricos e sociais” da tradição cristã.

Departamento de Comunicação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário